Cirurgia 3D

MEDICINA E TECNOLOGIA,

DE MÃOS DADAS PARA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA

Videolaparoscopia 3D e Single-port, conheça um pouco mais sobre estes recursos que proporcionam grandes benefícios e reduções consideráveis na:

 

  • Dor
  • Tempo de cirurgia
  • Tempo de recuperação da paciente
  • Interferência estética

 

Videolaparoscopia

A cirurgia para o tratamento da endometriose geralmente é feita por meio da laparoscopia, que tem como objetivo cauterizar os focos de endometriose e retirar as aderências formadas pela doença. Realizando o procedimento utilizando a tecnologia de Videolaparoscopia 3D, possibilita uma melhor a visualização da profundidade e uma melhor identificação de estruturas anatômicas críticas, além de permitir a cirurgia com maior precisão e segurança do que os sistemas convencionais 2D.

Quais são as diferenças entre a laparoscopia convencional e a laparoscopia 3D?

A realização da cirurgia acontece de forma bastante parecida nos dois casos. Durante o procedimento, estão envolvidos um cirurgião, dois médicos auxiliares, um instrumentador e um anestesista. As cirurgias laparoscópicas são feitas por meio de pequenas incisões de 0,5 a 1 cm, pelas quais o cirurgião manuseia os instrumentos e as imagens são exibidas em uma tela de vídeo de alta nitidez. No caso da cirurgia laparoscópica 3D, a principal diferença é a projeção da imagem que oferece ao cirurgião e à sua equipe a mesma visão tridimensional do campo.

 

Primeira cirurgia de histerectormia total laparoscópica 3D de Minas Gerais (Dezembro/2015)

Dr Gustavo Safe endometriose
Pioneiro em Minas Gerais, Dr. Gustavo Safe e sua equipe operam no Hospital Madre Tereza e executam a Primeira Histerectomia total  utilizando tecnologia 3D.

Essa ferramenta, que é o aparelho laparoscópico 3D permite ao cirurgião ter uma visão privilegiada e mais detalhada de toda a cavidade abdominal, fazendo com que, dessa forma, o procedimento tenha maior precisão.